domingo, 26 de março de 2017

'SUPERGIRL + THE FLASH': WARNER EXIBE CROSSOVER MUSICAL HOJE À NOITE

<>
O Warner Channel finalmente correu e preparou uma excelente surpresa para os fãs de 'Supergirl' e 'The Flash'
<>

Neste domingo (26), às 23h15, o canal a cabo exibirá o esperado crossover musical das série sobre os super-heróis da DC, exibidos pelo canal americano The CW na segunda (21) e terça (22).

Nos episódios, que serão exibidos legendados, Melissa Benoist (Kara Danvers) e Grant Gustin (Barry Allen) irão reencontrar — ou melhor, enfrentar — um convidado especial e bem conhecido: Darren Criss.

Melissa Benoist em foto promocional do crossover musical - Fotos dessa postagem: Divulgação/The CW

Grant Gustin em foto promocional do crossover musical 
O ex-companheiro da dupla na série musical 'Glee' interpreta o vilão Music Meister, o Mestre da Música - ele substitui Neil Patrick Harris (How I Met Your Mother) como o supervilão.

O grande poder de Music Meister é a sua voz hipnótica, capaz de deixar as pessoas em transe e controlá-las de modo que elas façam o que ele quiser.

Outra arma do antagonista é um bastão parecido com uma batuta, objeto utilizado por um regente de orquestra.

Darren Criss em foto promocional do crossover musical 
Seu instrumento, porém, tem um poder especial: soltar raios de energia.

Carlos Valdes (Cisco Ramon), em cena do crossover musical
Carlos Valdes (Cisco Ramon), Jesse L. Martin (Joe West), Candice Patton (Iris West), Victor Garber (Dr. Stein), John Barrowman (Malcolm Merlyn) e Jeremy Jordan (Winn Schott) são os outros membros do Arrowverse presentes no especial, em dois episódios.

Victor Garber em foto promocional do crossover musical 

Jesse L. Martin em foto promocional do crossover musical 

Candice Patton em foto promocional do crossover musical 
Confira trailer:


O primeiro, intitulado "Star-crossed", é o 16º capítulo da 2ª temporada de 'Supergirl'.

Em seguida, à meia-noite, vem "Duet", o 17° epidósio da 3ª temporada de 'The Flash'.

O crossover musical serás reeexibido nos dias 5 (quarta) e 6 de abril (quinta), com opção dublada ou áudio original e legenda, nos horários habituais de 'Supergirl' e 'The Flash', às 22h30.

Finalmente o Warner Channel brasileiro se importando com seus assinantes - o que não deixa de ser bom.

sábado, 25 de março de 2017

'LIGA DA JUSTIÇA': ESMIUÇANDO O NOVO TRAILER EM 20 COISAS QUE VALEM A PENA SEREM NOTADAS

<>
No novo trailer divulgado hoje, chamou a atenção muitos detalhes
<>

Vamos a eles?

1. A BUSCA DE BRUCE POR NOVOS MEMBROS DA LIGA

A primeira cena nos ostra uma paisagem gelada e desértica - as cenas foram rodadas em Djupavik, uma pequena aldeia isolada localizada no noroeste da Islândia.

Logo vemos Bruce Wayne (Ben Affleck) em mais uma busca para recrutar os membros da futura Liga da Justiça - essa cena abre seu encontro com o Aquaman (Jason Momoa).

2. SOB ATAQUE

Lembrando do que Lex Luthor (Jesse Eisenberg) disse ao Cavaleiro das Trevas no final de 'Batman vs Superman: A Origem da Justiça' - o vilão diz: “Os sinos foram tocados” e que “eles estão vindo" - Bruce segue em uma cruzada para formar um grupo de seres excepcionais para conter o ataque.

Só que a Mulher-Maravilha (Gal Gadot) lhe diz que eles já estão aqui.

3. DR. STONE APARECE COM UMA CAIXA MATERNA

O Doutor Silas Stone (Joe Morton Jr. da série 'Scandal') aparece em rápida cena à frente a uma Caixa Materna - aparentemente, a mesma que transformou seu filho, Victor, em uma máquina, na cena da origem do Ciborgue mostrada em 'Batman vs Superman'.

Há troféus e prêmios ao lado de caixa  e um Parademônio aparece atrás (direita) de Silas.


4. TRILHA SONORA 1

A música que toca nas primeiras cenas do trailer é 'The Hardest Button To Button', da banda The White Stripes.

A banda também esteve na trilha sonora do trailer da Comic-Con - com a música 'Icky Thump'.

5. AQUAMAN EM CENA

O Aquaman de Jason Momoa aparece pela primeira vez com visual que em nada lembra sua clássica imagem dos quadrinhos.

Aqui, o personagem tem seu visual baseado no Rei dos Mares, a 'bad releitura' do Aquaman da Terra-3, criada por Geoff Johns e Ivan Reis e tem também um pouco da versão dos Novos 52.

Arthur aparece resgatando um homem - pode ser Bruce Wayne, ao menos o figurino é parecido - e diz é ele quem vai ter que pagar a conta.

O Aquaman do Universo Estendido da DC será um pouco mais brutal do que o que conhecemos e claramente tem problemas com álcool.

6. O CIBORGUE

Apesar de não ser um dos membros originais da Liga da Justiça nos quadrinhos, o Ciborgue (Ray Fisher) entrou para a equipe com a chegada dos Novos 52 - e é essa a versão que será adaptada para o filme.

O personagem foi construído completamente em CGI e até mesmo a parte humana de seu rosto passou por tratamento de computação gráfica.

O que os fãs esperam agora é que os retoques tragam um resultado mais natural quando o filme chegar aos cinemas.

7. O RECRUTAMENTO DO FLASH

Essa cena talvez seja já a mais conhecida do longa.

Barry Allen (Ezra Miller) entra em seu apartamento, está escuro e o lugar é bem clean, com o teto alto, aparência antiga e é alimentado por um disjuntor.

Quando as luzes se acendem, dezenas de televisores são ligados e Bruce Wayne aparece sentado em uma cadeira.

"Barry Allen... Bruce Wayne"  - diz o personagem de Ben Affleck.

"Você só diz isso se acha normal ter um completo estranho sentado na minha segunda cadeira favorita"  - responde Barry, mostrando que assim como sua versão das animações, o Flash será o alívio cômico do longa.

Bruce então revela a cena do Flash vista em 'Batman vs Superman' e questiona o que o velocista fez - e Barry diz que se trata apenas de um "garoto judeu muito atraente".

Testando o rapaz, Bruce então arremessa um batarangue na sua direção, a cena fica em câmera lenta, alguns feixes de luz e muito vento.

Barry, lógico, segura a pequena arma em formato de morcego com as mãos, descobre que Bruce Wayne é o Batman e olha novamente para ele, assustado.

Bruce então revela que está formando um grupo de pessoas especiais e Barry aceita o convite sem hesitar.

Depois de uma pausa, o velocista diz que "precisa de amigos" - e pede para ficar com o batarangue...


8. TRILHA SONORA 2

A segunda música que compõe a trilha sonora do trailer é 'Come Together', dos Beatles.

Só que a versão apresentada não é a da icônica banda inglesa. 

Se alguém souber de que é artista, avise nos comentários, por favor.

9. MITOLOGIA PURA

O filme declaradamente tem um fundo na mitologia grega ('deuses e homens'), principalmente levando em conta todo o plano de fundo que envolve as histórias da Mulher-Maravilha.

Apesar dos tons escuros da prévia, a Liga da Justiça sempre teve esses ares mitológicos e conflituosos entre deuses e homens.

Se trata de um aspecto básico da história da equipe que o cinema, felizmente, não vai descartar.

10. PARADEMÔNIOS, 'IRMÃOS' DO CIBORGUE?

Em uma luta contra o Flash - cujos poderes estão sendo representados de um jeito bem inteligente -, podemos ver mais da estrutura de um parademônio.

E eles parecem serem feitos do mesmo material que a parte robótica do Ciborgue - até mesmo as luzes internas vermelhas estão presentes no visual dos alienígenas.

11. UM HOMEM ENTRE DEUSES

Além do excelente preparo físico e de uma inteligência privilegiada, o superpoder maior de Bruce Wayne sempre foi sua conta bancária.

Assim, Ezra Miller já disse que o Flash vê Bruce como uma figura paterna, um mentor dentro da Liga da Justiça.

12. NOVO BAT VEÍCULO

O Batman usa seu novo Crawler, um tanque semelhante a uma aranha, de quatro pernas.

Na descrição completa da cena mostrada em um visita ao set, o Crawler faz um túnel até a ilha Stryker e possui várias armas, que são utilizadas para derrotar os monstros que estão atacando os heróis.

13. ILHA STRYKER

A cena com o Crawler se passa na Ilha Stryker.

Também teremos uma longa sequência em uma ponte velha e quebrada, dentro de um duto de ventilação.

A produtora Deborah Snyder disse que esse duto é, na verdade, um túnel que seria construído entre Metrópolis e Gotham, ma o projeto foi abandonado.

O local será usado no filme como um ninho de parademônios.

14. O QUE SERÁ QUE LOIS ESTÁ OLHANDO?

Lois Lane (Amy Adams) olha para, talvez, algum ser kriptoniano muito conhecido no céu para ela ficar espantada?

Já sabemos que Lois terá um papel muito importante em 'Liga da Justiça', principalmente no que diz respeito ao retorno do Superman, que, por sinal, não apareceu no trailer.

15. RAINHA MERA

Mulher do Aquaman, Mera (Amber Heard), nos quadrinhos foi originalmente enviada para matar Arthur Curry e destruir seu reino.

Só que ela se apaixonou pelo herói e acabou se tornando a Rainha de Atlântida.

Notem que uma Caixa Materna aparece atrás dela, à direita, na cena.

16. HENRY ALLEN

Billy Crudup, que interpretou o Doutor Manhattan em 'Watchmen', retorna para mais uma parceria com o diretor Zack Snyder.

Agora, ele aparece no papel de Henry Allen, o pai do Flash.

17. AMAZONAS Vs PARADEMÔNIOS

Em uma cena que aparentemente é um flashback, vemos amazonas lutando contra parademônios.

Há máquinas gigantescas e lava vulcânica cortando o campo de batalha.

A cena deve explicar como foi que as Caixas Maternas vieram parar na Terra.

18. VISUAL DO FILME É TODO INSPIRADO EM H. R. GIGER

A direção de arte do Universo Estendido da DC é inspirada pelo trabalho de H. R. Giger, o criador de grandes cenários e monstros da história do cinema.

Ele levou o Oscar de melhores efeitos visuais por 'Alien', além de ser um dos autores mais copiados da Arte Contemporânea.

Patrick Tatopoulos, diretor de arte de 'Liga da Justiça', entrega assim o filme que mais se inspira na obra de Giger, principalmente no que diz respeito ao visual dos alienígenas e cenários das naves.

19. FINALMENTE VEMOS O VISUAL DO COMISSÁRIO GORDON

Pela primeira vez, vemos, ainda que por um breve instante, como ficou a caracterização de J.K. Simmons como James Gordon - e ela é excelente, muito parecida aos quadrinhos do Morcego.

O Comissário diz que é bom ver o Batman trabalhando em equipe de novo, claramente se referindo ao tempo em que ele atuava em Gotham ao lado do Robin.

Apesar da rixa com o Aquaman, parece que os dois terão uma química bastante interessante.

20. E O SUPERMAN?

Contrariando as expectativas, o Superman (Henry Cavill) não apareceu no trailer, o que significa que o seu retorno da morte ainda é rodeado de segredos.

Embora Cavill tenha aparecido na primeira - e sensacional - imagem oficial (acima), ainda não sabemos porquê o Homem de Aço ficou ausente por tanto tempo.

Há várias teorias sobre como o personagem irá voltar - a mais aceita é que ele apareça somente na batalha final, sendo decisivo para a vitória da Liga da Justiça.

A Warner Bros. estreia 'Liga da Justiça' em 16 de novembro, aqui no Brasil.

Fotos: 
Reprodução do trailer, divulgado hoje pela Warner Bros.

Texto base: 
Site Legião dos Super-Heróis/Felipe de Lima

Texto Final: 
Blog de Klau



'LIGA DA JUSTIÇA': WARNER DIVULGA SENSACIONAL TRAILER FINAL E NOVOS PÔSTERES

<>
Novo vídeo e novas artes são de babar
<>

Após vários teasers disponibilizados durante semana, a Warner Bros, divulgou hoje (25) o primeiro trailer oficial de 'Liga da Justiça', filme que unirá os maiores heróis dos quadrinhos da DC Comics.

Se o teaser da Comic Con mostrava pouco e os teasers dessa semana mostravam mais de cada herói, esse novo trailer é simplesmente sensacional.

Agora, os fãs do universo DC torcem para que o filme seja assim também, não decepcionando como os longas anteriores, 'Batman Vs. Superman' e 'Esquadrão Suicida'.

Além de apresentar o Batman (Ben Affleck), Mulher-Maravilha (Gal Gadot), Aquaman (Jason Momoa), Ciborgue (Ray Fisher) e The Flash (Ezra Miller), o novo trailer traz uma série de cenas de ação inéditas, que revelam os grandiosos efeitos especiais, além de mais uma cena de J.K. Simmons como o novo Comissário Gordon das telonas.

O vídeo também serve para destacar - finalmente - um lado mais divertido da DC: além de uma boa piada entre Batman e Flash, a trilha sonora divertida ("Come Together", dos Beatles, é claro) rompe com o aspecto sombrio dos filmes anteriores de Zack Snyder.

Será que o limitado diretor finalmente viu a luz?

Confira - com um guardanapo na mão, porquê você vai babar:


A Warner também aproveitou para divulgar novas artes, inclusive pôsteres individuais.

Veja todos:







Warner Bros.

Relembre a sinopse:

"Movido por sua fé restaurada na humanidade e inspirado pelo sacrifício do Superman, Bruce Wayne conta com a ajuda de sua nova aliada, Diana Prince, para enfrentar um inimigo ainda maior.

Juntos, Batman e Mulher-Maravilha trabalham rápido para encontrar e recrutar uma equipe de meta-humanos para se opor à nova ameaça.

Mas apesar da formação dessa liga de heróis sem precedentes – Batman, Mulher-Maravilha, Aquaman, Flash e Ciborgue – pode ser tarde demais para salvar o planeta de um ataque de proporções catastróficas".

A Warner Bros estreia 'Liga da Justiça' estreia nos cinemas em 16 de novembro.

quinta-feira, 23 de março de 2017

'FRAGMENTADO': M. NIGHT SHYAMALAN FAZ UM DOS SEUS MELHORES LONGAS APROVENTANDO TODO O TALENTO DE JAMES McAVOY


SINOPSE:

Kevin (James McAvoy) possui 23 personalidades distintas e consegue alterná-las quimicamente em seu organismo apenas com a força do pensamento.

Um dia, ele sequestra três adolescentes que encontra em um estacionamento.

Vivendo em cativeiro, elas passam a conhecer as diferentes facetas de Kevin e precisam encontrar algum meio de escapar.

CRÍTICA:

Já fazia um bom tempo que o inspirado e criativo diretor e roteirista M. Night Shyamalan devia um bom filme aos seus fãs - eu incluso.

Após decepcionar com 'Depois Da Terra' e 'Fim Dos Tempos', Shyamalan voltou à sua melhor forma em 'Fragmentado', um thriller psicológico em exibição em 446 salas em todo o Brasil, com boas doses de suspense e elementos surpreendentes.

O trama nos apresenta um multifacetado James McAvoy se revezando entre 24 diferentes personalidades - dentre elas, o metódico Dennis, um garoto de 9 anos chamado Hedwig e uma mulher que atende pelo nome de Patrícia.

Fragmentado : Foto James McAvoy
James McAvoy é o protagonista - Fotos dessa Postagem: Divulgação/Universal Pictures do Brasil
A Dra. Karen Fletcher (Betty Buckley), que analisa o Transtorno de Identidade de Kevin (McAvoy), conseguiu detectar 23 personalidades em seu paciente, mas uma delas permanece em mistério e parece ser a mais perigosa.

Isso se torna ainda mais evidente depois que Kevin sequestra três garotas e as mantém em cativeiro.

Com o avançar das horas, elas ficam mais perto de conhecer a 24ª personalidade.

Resultado de imagem para betty buckley split
Betty Buckley interpreta a Dra. Karen Fletcher

Essa não é a primeira vez que o Transtorno Dissociativo de Identidade (ou Transtorno de personalidade Múltipla) é abordado nos cinemas.

Filmes como 'A Janela Secreta', 'As Duas Faces De Um Crime', 'Psicose', 'Clube Da Luta' e os clássicos 'O Médico E O Monstro'  e 'O Professor Aloprado' usaram essa temática de forma bem-sucedida.

Mesmo assim, a forma como os fatos se desdobram faz com que o espectador se esqueça do que viu antes, aguardando atento os próximos passos do protagonista.

Desde as primeiras cenas, o filme mantém o tom de suspense e o comportamento imprevisível do protagonista só adiciona mais tempero às expectativas.

Mesmo com o perigo de entregar mais do mesmo, Shyamalan consegue manter a trama original, já que todas as personalidades de Kevin possuem um pano de fundo, uma explicação pautada em seu passado.

O cineasta não simplifica o personagem como um criminoso qualquer e a presença da médica que o acompanha ajuda a lembrar de que, apesar de tudo, Kevin continua sendo alguém cuja saúde mental precisa ser acompanhada e vigiada, uma grande crítica à invisibilidade que essas pessoas sofrem na sociedade.

Fragmentado : Foto Anya Taylor-Joy, James McAvoy
Kevin e as três adolescentes que ele sequestrou
Quanto à atuação de McAvoy: se ele já nos tinha entregue papéis memoráveis, aqui ele se superou e fez o seu melhor papel no cinema, disparado.

Camaleônico, ele incorpora de forma única cada uma de suas "personas", desde o olhar, os gestos das mãos, a forma de andar, a voz, tudo é executado de forma minuciosa, mostrando a total dedicação ao papel.

O novo filme mostra que Shyamalan continua tendo o poder de deixar a todos exaustos de tensão ao fim da sessão - e a surpresa no final despertará muita euforia naqueles que conhecem seu trabalho.

É a volta por cima desse grande diretor e roteirista, que ainda deu a James McAvoy o seu papel definitivo.

Filmaço.

TRAILER:


FICHA TÉCNICA:
'FRAGMENTADO'
Título Original:
SPLIT
Gênero:
Terror
Direção e Roteiro: 
M. Night Shyamalan
Elenco:
Anya Taylor-Joy, Betty Buckley, Brad William Henke, Haley Lu Richardson, Jalina Mercado, James McAvoy, Jessica Sula, Kim Director, Lyne Renee, Maria Breyman, Neal Huff, Sebastian Arcelus, Steven Dennis
Produção:
Jason Blum, M. Night Shyamalan, Marc Bienstock
Fotografia:
Mike Gioulakis
Montador:
Luke Franco Ciarrocchi
Trilha Sonora:
West Dylan Thordson
Duração:
117 min.
Ano:
2016
País:
Estados Unidos
Cor:
Colorido
Estreia:
23/03/2017 (Brasil)
Distribuidora: 
Universal Pictures do Brasil
Estúdio:
Blinding Edge Pictures / Blumhouse Productions
Classificação:
14 anos

COTAÇÃO DO KLAU:

'POWER RANGERS: O FILME': DIVERTIDO, LONGA TEM BOAS ATUAÇÕES QUE AJUDAM A COBRIR SUAS FALHAS


SINOPSE:

Cinco adolescentes comuns descobrem moedas de poder que proporcionam dons extraordinários, mas logo eles percebem que a pequena cidade de Alameda dos Anjos e o mundo inteiro está a beira de ser extinto por uma ameaça alienígena e eles são a única chance de salvação.

Nessa nova aventura baseada na clássica série, os jovens heróis escolhidos pelo destino descobrem rapidamente que são os únicos que podem salvar o planeta.

Mas, para isso, eles terão que superar os problemas pessoais e encontrar um meio de se unir para se tornarem os Power Rangers.

CRÍTICA:

'Power Rangers: O Filme', em exibição em 578 salas em todo o Brasil, talvez seja a melhor história do grupo, surpreende no desenvolvimento dos personagens e não se leva a sério como esperado -  e justamente por isso poderia ser mais um grande filme de super-heróis.

Pena que o longa erra no tom da vilã e não investe como deveria no clima 'Tokusatsu' - das séries japoneses e de onde vem a inspiração da franquia.

Abusando da nostalgia, com direito a participações especiais dos icônicos Jason David Frank (Verde) e Amy Jo Johnson (Rosa), a nova versão tenta atualizar a franquia e reapresenta os heróis como protetores galácticos, cuja origem remonta a pelo menos 65 milhões de anos no passado, na época dos dinossauros (daí o visual dos Zords), quando alienígenas chegam à Terra em busca de um cristal responsável por toda a vida no universo.

Zordon, que era o Ranger Vermelho, tem seu time é destruído pelo meteoro que eliminou os dinossauros, sua mente é transferida para o computador de sua nave e Rita Repulsa, a Verde, foi esquecida no fundo do mar.

Power Rangers : Foto Becky G, Dacre Montgomery, Ludi Lin, Naomi Scott, RJ Cyler
Becky G, Dacre Montgomery, Ludi Lin, Naomi Scott e RJ Cyler, em cena do filme - Fotos dessa Postagem: Divulgação/Paris Filmes

Tudo fica calmo até os dias de hoje, quando cinco jovens são escolhidos pelas moedas do poder para enfrentar o retorno da agora vilã, que acontecerá, claro, na cidade da Alameda dos Anjos.

O filme tem um discurso interessante de inclusão social e todos os protagonistas se encontram em momentos de virada em suas vidas.

Jason Scott (Dacre Montgomery) é o jogador de futebol preso por uma brincadeira, Billy Cranston (RJ Cyler) é o nerd antissocial que sofre a perda do pai, Kimberly Hart (Naomi Scott) era popular até cometer um erro e agora vive entre a culpa e o ódio, Zack Taylor (Ludi Lin) é impulsivo para esconder a tristeza pela doença de sua mãe e Trini Kwan (Becky G.) é a recém-chegada na cidade com problemas de comunicação.

Montgomery, Cyler e Scott ganham mais atenção de forma justificada, já que eles são os mais carismáticos.

Suas boas atuações transformam papéis simples em pessoas interessantes, com angústias verdadeiras.

Cyler, em particular, deve conquistar a todos como Billy e Trini e Zack têm pouco espaço, são introduzidos depois e não tem tempo de evoluir.

Becky G. ao menos tenta em uma curta cena na qual sua personagem revela ter dúvidas sobre sua sexualidade.

Além dos cinco jovens, a lenda Bryan Cranston e Bill Hader foram muito bem escalados como Zordon e Alpha 5.

Resultado de imagem para bryan cranston power rangers
Bryan Cranston é Zordon
A bola fora é a sempre boa atriz Elizabeth Banks, que não convence como Rita Repulsa, grande vilã do seriado.

Se a personagem é caricata, como esperamos, a atuação de Banks é exagerada ao ponto de descaracterizar a inimiga e ainda é incapaz do básico: "destruir o mundo por vingança".

Esquisita e bizarra, ela nunca se mostra a vilã que gostaríamos de ver e fica difícil acreditar que aquele ser patético ameace mesmo a vida na Terra.

Power Rangers : Foto Elizabeth Banks
Elizabeth Banks não convence como Rita Repulsa
Mas é claro que quando você tem cinco jovens vestidos com armaduras coloridas, um robô tagarela, uma parede falante, uma vilã que come ouro, monstros e robôs gigantes, o melhor a fazer é não levar as coisas a sério, e quando o filme vai por esse lado ele acerta em cheio, apesar de nem sempre encontrar esse tom em sua narrativa.

O clima leve com momentos pastelões é bem próximo da série dos anos 90 - a grande diferença é o CGI de qualidade para mostrar tudo com realismo necessário para levar à loucura qualquer fã da franquia ou do gênero.

E apesar da trilha deixar a desejar ao longo de todo filme, quando a plateia ouve "Go, Go Power Rangers" se empolga a ponto de cantar junto.

Apesar disso tudo, a trama demora demais para realmente mostrar os heróis em ação.

O treinamento é interessante, da primeira vez, mas quando eles retornam para a quinta sessão já não aguentamos mais vê-los na mesma situação.

Quando eles finalmente vestem as armaduras e vão para a porrada, o filme já está no final. As cenas de ação são muito boas, porém curtas, e o clímax é bem decepcionante, não só pelo combate com mechs nunca empolgar de fato, mas também pela resolução simplória de todo o problema.

O filme abusa da nostalgia para conquistar aqueles que conheciam a franquia, mas deve soar bem fora de tom para os novatos que nunca assistiram a uma série Tokusatsu na vida.

Apesar de seus problemas, boas atuações ajudam a cobrir falhas narrativas, mas o mais importante é que o longa é divertido e, mesmo quando se torna arrastado, não chega a incomodar - afinal, os personagens são capazes de manter o interesse do espectador até o final.

TRAILER:


FICHA TÉCNICA:
Resultado de imagem para power ranger o filme poster brasileiro
'POWER RANGERS: O FILME'
Título Original:
POWER RANGERS
Gênero:
Ação
Direção:
Dean Israelite
Roteiro:
Ashley Miller, Burk Sharpless, Haim Saban, John Gatins, Matt Sazama, Max Landis, Shuki Levy, Zack Stentz
Elenco:
Anjali Jay, Becky G., Bill Hader, Bryan Cranston, Dacre Montgomery, David Denman, Elizabeth Banks, Ludi Lin, Naomi Scott, RJ Cyler
Produção:
Brian Casentini, Haim Saban, Marty Bowen, Wyck Godfrey
Fotografia:
Matthew J. Lloyd
Montador:
Martin Bernfeld
Trilha Sonora:
Brian Tyler
Duração:
124 min.
Ano:
2017
País:
Estados Unidos
Cor:
Colorido
Estreia:
23/03/2017 (Brasil)
Distribuidora:
Paris Filmes
Estúdio:
Lionsgate Films / Saban Brands / Saban Entertainment Inc
Classificação:
10 anos

COTAÇÃO DO KLAU: