terça-feira, 16 de janeiro de 2018

BILHETERIA BRASIL: 'JUMANJI' LIDERA PELA SEGUNDA SEMANA

<>
Longa faturou US$ 11 milhões no país
<>

'Jumanji: Bem-vindo À Selva' (Sony Pictures) caiu nas graças do público brasileiro.

Nesse final de semana, o longa faturou R$ 11 milhões e assumiu a liderança da bilheteria Brasil pela segunda semana consecutiva.

Relembre o trailer do Top 1:


O segundo lugar ficou com a animação 'O Touro Ferdinando' (Fox Film), dirigido pelo brasileiro Carlos Saldanha, que faturou R$ 7.4 milhões.

O filme acompanha um touro que, apesar de grandalhão, tem um coração de ouro e precisa reencontrar a sua família após ser capturado.

Confira o trailer do Top 2:


Fechando o pódio, o terceiro lugar ficou com o drama 'Extraordinário' (Paris Filmes), estrelado por Jacob Tremblay e Julia Roberts, que embolsou R$ 6.2 milhões em sua quinta semana de exibição.

Relembre o trailer do Top 3:


Confira o Top 10 Brasil -  segundo o FilmeB:
Jumanji: Bem-Vindo à Selva : Poster
1. Jumanji: Bem-vindo À Selva - R$ 11 milhões

O Touro Ferdinando : Poster
2. O Touro Ferdinando - R$ 7.4 milhões

Extraordinário : Poster
3. Extraordinário - R$ 6.2 milhões

Viva - A Vida é uma Festa : Poster
4. Viva - A Vida É Uma Festa - R$ 4.4 milhões

Fala Sério, Mãe! : Poster
5. Fala Sério, Mãe! - R$ 4.2 milhões

O Destino de uma Nação : Poster
6. O Destino De Uma Nação - R$ 2.1 milhões

Star Wars - Os Últimos Jedi : Poster
7. Star Wars: Os Últimos Jedi - R$ 1 milhão

O Rei do Show : Poster
8. O Rei Do Show - R$ 667 mil

O Estrangeiro : Poster
9. O Estrangeiro - R$ 581 mil

Os Parças : Poster
10. Os Parças - R$ 481 mil

BILHETERIA EUA: 'JUMANJI' CONTINUA NO TOPO

<>
O longa já faturou cerca de US$283 milhões no mercado interno
<>

'Jumanji: Bem-vindo À Selva' (Sony Pictures) continua em primeiro lugar na bilheteria dos EUA.

A aventura arrecadou  mais US$ 27 milhões no último final de semana, já faturando cerca de US$283 milhões no mercado interno.

Relembre o trailer do Top 1:


O segundo lugar da lista ficou com o drama 'The Post - A Guerra Secreta' (Universal Pictures), que fechou o seu primeiro fim de semana com US$ 18,6 milhões.

Na trama do longa dirigido por Steven Spielberg, Ben Bradlee (Tom Hanks) e Kat Graham (Meryl Streep), editores do The Washington Post, recebem um enorme estudo detalhado sobre o controverso papel dos Estados Unidos na Guerra do Vietnã e enfrentam de tudo para publicar os bombásticos documentos.

O longa, seu diretor e seu casal de protagonistas seguem como favoritos ao Oscar.

Confira o trailer do Top 2, que estreia em 25 de janeiro aqui no Brasil:


Fechando o pódio, em terceiro lugar encontramos 'The Commuter' (Imagem Filmes), longa de ação com Liam Neeson, que garantiu US$ 13,4 milhões em seu primeiro fim de semana.

Na trama do longa dirigido por Jaume Collet-Serra, durante o seu trajeto usual de volta para casa, um vendedor de seguros (Liam Neeson) é forçado por uma estranha misteriosa (Vera Farmiga) a descobrir a identidade de um dos passageiros do trem em que se encontra antes da última parada.

Com a rotina quebrada, o homem se encontra no meio de uma conspiração criminosa.

Confira o trailer do Top 3, que estreia em 01 de março aqui no Brasil:


Confira o top 10 completo de acordo com o Box Office Mojo:
Jumanji: Bem-Vindo à Selva : Poster
1 - Jumanji: Bem-vindo À Selva – US$ 27 milhões

The Post - A Guerra Secreta : Poster
2 - The Post - A Guerra Secreta – US$ 18,6 milhões

The Commuter : Poster
3 - The Commuter – US$ 13,4 milhões

Sobrenatural: A Última Chave : Poster
4 - Sobrenatural - A Última Chave – US$ 12,1 milhões

O Rei do Show : Poster
5 - O Rei Do Show – US$ 11,8 milhões

Star Wars - Os Últimos Jedi : Poster
6 - Star Wars: Os Últimos Jedi – US$ 11,2 milhões

Paddington 2 : Poster
7 - As Aventuras De Paddington 2 – US$ 10,6 milhões

Proud Mary : Poster
8 - Proud Mary – US$ 10 milhões

A Escolha Perfeita 3 : Poster
9 - A Escolha Perfeita 3 – US$ 5,6 milhões

O Destino de uma Nação : Poster
10 - O Destino De Uma Nação – US$ 4,5 milhões

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

RIP: RICARDO MONTALBAN - UM DOS ATORES MEXICANOS QUE MAIS FIZERAM SUCESSO EM HOLLYWOOD

<>
Ricardo Montalban, ator mexicano que conquistou Hollywood, morreu aos 88 anos
<>

Montalban morreu na quarta (10) pela manhã, em sua casa em Los Angeles de complicações relacionadas à velhice, disse seu genro, Gilbert Smith.

Dentro da indústria do entretenimento, Montalban foi amplamente respeitado por seus esforços para criar oportunidades para os latinos, embora ele e outros acreditassem que seu ativismo prejudicasse sua carreira.

Em 1970, ele fundou a Fundação Nós, sem fins lucrativos, para melhorar a imagem e aumentar o emprego dos latinos em Hollywood.

"Ele abriu o caminho para ser franco sobre as imagens e os papéis que os latinos estavam tocando nos filmes", disse Luis Reyes, co-autor de "Hispanics in Hollywood" (2000).

O ator Edward James Olmos chamou Montalban de "um dos verdadeiros gigantes das artes e da cultura".

"Ele era um artista estelar e uma pessoa consumada e performer com uma tremenda compreensão da cultura ... e a capacidade de expressá-lo em seu trabalho", disse Olmos ao The Times.

Montalban já era uma estrela de filmes mexicanos na década de 1940, quando a MGM  promoveu sua estreia no cinema americano, como um toureiro, junto a Esther Williams em "Fiesta" e colocou-o sob contrato.

Ele continuaria a aparecer ao lado de estrelas, como Clark Gable e Lana Turner, em grandes filmes, principalmente musicais, onde era conhecido por bailar com muita classe e elegância.

Quando os principais papéis no cinema secaram para ele na década de 1970, Montalban foi para o palco e, eventualmente, a TV.

E foi na TV que ele fez o seu papel mais conhecido, o Sr. Roarke, o anfitrião misterioso cuja frase "Bem-vindo à Ilha Fantasia" abria a série da ABC que foi exibido a partir de 1978 até 1984, com muito sucesso mundo afora, Brasil inclusive.

Relembre as aberturas e os encerramentos da série:


Enquanto "Ilha da Fantasia' estava renovando a carreira de Montalban e lhe dando estabilidade financeira, ele também ganhou um Emmy por sua atuação como o Chefe Satangkai na minissérie da ABC "Como o Oeste foi conquistado" (1978).

Nos anos 70 e 80, Montalban atuou também como garoto propaganda em comerciais para a Chrysler.

Mais tarde, ele sofreu bastante por sua sedosa alusão ao "suave couro coríntio" do Chrysler Cordoba - embora não existisse tal couro.

Confira:


A série 'Ilha da Fantasia' o tornou tão famoso que promoveu à sua volta ao cinema, interpretando um dos vilões mais carismáticos de todos os tempos, Khan Noonien Singh, em " Star Trek II: A Ira de Khan " (1982).

Na verdade, Montalban interpretava Khan aqui pela segunda vez, já que havia dado vida ao vilão num episódio da série clássica de Star Trek, em 1967.

Confira cena de Montalban como Khan:


Khan fez um sucesso absurdo, tanto, que a crítica da revista New Yorker, Pauline Kael, disse que o desempenho de Montalban "foi a única validação que ele já teve de seu poder para comandar a tela grande".

Nascido em 25 de novembro de 1920, na Cidade do México, Montalban era o mais novo de quatro filhos de espanhóis castelhanos que imigraram em 1906 para a cidade, onde o pai era dono de uma loja de secos e molhados.

Montalban chegou a Los Angeles como adolescente para morar com seu irmão mais velho, Carlos, que já trabalhava para os estúdios.

"Eu senti como se eu conhecesse a Califórnia já, por causa dos filmes", disse Montalban em "Reflections: A Life in Two Worlds", a autobiografia de 1980 que ele escreveu com Bob Thomas.

Montalban estudou inglês no Fairfax High School, onde um explorador de talentos MGM o notou em uma peça de estudante e lhe ofereceu um teste de tela - mas seu irmão o aconselhou contra a tomada e levou-o a uma viagem de negócios para a cidade de Nova York.

O bonito Montalban logo virou a estrela de um pequeno filme que foi feito para tocar em uma tela sobre uma jukebox.

Esse filme de três minutos, que estreou no Hurricane Bar, no centro de Manhattan, o levou a pequenos papéis nas peças.

Quando a doença de sua mãe o levou de volta ao México, Montalban obteve um papel de uma linha em uma paródia de "The Three Musketeers", estrelado por Cantinflas.

Naquela época, ele também conheceu Georgiana Belzer, modelo e irmã de Loretta Young , com quem ele se casou em 1944 - ela morreu em 2007.

Montalban pretendia permanecer no México, onde sua carreira cinematográfica estava decolando, mas MGM o queria por "Fiesta".

Nesse musical de 1947, ele teve uma cena de dança memorável com uma jovem Cyd Charisse.

Confira a cena:


"Fiesta" lhe deu um contrato na MGM, onde teve uma rivalidade amistosa com Fernando Lamas - mais tarde, marido de Williams fora da tela - como os "amantes latinos" do estúdio.

Bill Murray imortalizou o duelo entre os dois com seu clássico "Saturday Night Live" skit, "Quien es mas macho, Fernando Lamas do Ricardo Montalban?"

Montalban apareceu como o amante latino com Williams em outros dois filmes da década de 1940, "On a Island With You" e "Neptune's Daughter".

A tentativa flagrante continuou no filme de 1953 "Latin Lovers", com Turner.

"Ele foi incrivelmente bonito, ele deu um estilo e dignidade a todos os seus papéis - independentemente do papel que ele interpretou", disse o autor Reyes.

O diretor John Sturges deu a Montalban o papel principal do tenente Peter Morales em "Mystery Street" em 1950 e, nesse mesmo ano, um papel principal, com June Allyson e Dick Powell, em "Right Cross".

Mas, como Montalban escreveu em sua autobiografia, nunca foi lançado no papel dramático da MGM que o tornaria uma grande estrela de cinema.

"Ele parecia ter tudo o resto - um rosto de câmera maravilhosa, o físico de um dançarino treinado, talento, uma boa voz (ele poderia até cantar), calor e grande charme", escreveu Kael.

"Talvez o charme tenha sido uma desvantagem - talvez o tenha feito parecer muito simpático".

Nas filmagens de "Através do amplo Missouri" (1951), que ele co-estrelou com Clark Gable, Montalban, interpretando um índio, caiu de um cavalo e feriu a coluna vertebral.

A lesão o levou a andar mancando de uma perna para sempre - fato que ele tentou  sempre disfarçar durante suas atuações.

Confira o trailer do longa:


Nos últimos anos, ele estava confinado a uma cadeira de rodas.

Depois que encerrou o contrato com o MGM em 1953, Montalban foi para a estrada com Agnes Moorehead e outros  amigos, na peça "Don Juan in Hell" de George Bernard Shaw, que foi revivido 20 anos depois na Broadway com ele na liderança.

Em 1955, ele apareceu na Broadway em "Sétimo Céu" e no final da década de 1950 estrelou com Lena Horne em "Jamaica" e ganhou uma indicação ao Tony.

Com Lena Horne, em 'Jamaica' - Getty

Ele interpretpu um ator de teatro Kabuki no filme "Sayonara" de 1957 e co-estrelou com Debbie Reynolds no filme de 1966 "The Singing Nun".

Décadas depois, ele interpretou o magnata vilão no sucesso de comédia de 1988 "Corra que a Polícia Vem Aí!" e teve um papel proeminente como o avô em "Spy Kids 3-D: Game Over" (2003).

Suas aparições na TV mais recentes incluíram o spinoff de "Dynastia", 'The Colbys' na década de 1980 e a voz do Sr. Senior Senior na série animada do Disney Channel "Kim Possible", que estreou em 2002.

Confira Montalban en ação em 'Corra que a Polícia Vem Aí':


Mas 'Ilha da Fantasia' criou sua imagem duradoura.

Elegantemente vestido com um terno branco e gravata preta, Montalban formou uma figura tão icônica que ele muitas vezes repetiu o personagem em filmes e programas de televisão subsequentes.

O produtor executivo do programa, Aaron Spelling, disse à TV Guide em 1980 que Montalban deu ao Sr. Roarke a "qualidade do outro mundo que precisávamos".

Muitos creditaram o sucesso da série à ótima química entre o Sr. Roarke e o personagem Tattoo, interpretado por Herve Villechaize, de 3 pés e 11 polegadas, para atrair espectadores - Villechaize morreu em 1993.

Montalban disse ao TV Guide que seu personagem "manipula tudo e todos. No olho do espectador, Roarke tem o poder da vida e da morte".

Montalban e Villechaize, em foto promocional da série - ABC

Embora Montalban tenha expressado seu apreço pelo sucesso, ele reclamou que Hollywood pouco respeitava os atores mexicano-americanos.

Ele disse que, sob contrato na MGM, retratava cubanos, brasileiros e argentinos, quase nunca mexicanos.

"O mexicano não é uma boa palavra e Hollywood é a culpa por isso, porque nós fomos retratados dessa maneira pífia", disse ele.

Ele desafiou Hollywood a parar de usar estereótipos para atores latinos, lançando-os apenas como prostitutas, criadas, membros de gangues e bandidos.

Através de 'Nós' - "nós" em espanhol - Montalban tentou destacar e reconhecer a participação dos latinos nas artes e no entretenimento.

Em 1970, a fundação criou o Golden Eagle Awards, que honra anualmente as estrelas latinas, em shows e filmes.

De 1965 a 1970, Montalban atuou como vice-presidente da Screen Actors Guild, o poderoso sindicato dos atores de Hollywood.

Depois que a Fundação Ricardo Montalban foi formada em 1999, a organização comprou o antigo Doolittle Theatre ,perto de Hollywood, para organizar produções latinas - hoje, o teatro se chama Ricardo Montalban.

Judd Bernard, que era publicista de Montalban em meados da década de 1950, disse ao The Times que o ator "era o homem mais gentil, com um senso de humor, um homem religioso, um homem de família maravilhoso".

O Montalban profundamente espiritual disse uma vez que a força orientadora em sua vida era sua fé católica.

Em 1998, o Papa João Paulo II tornou-o um Comandante do Cavaleiro de São Gregório, a maior honra conferida aos não-clérigos na Igreja Católica Romana.

Montalban deixa duas filhas, Laura Montalban e Anita Smith; dois filhos, Mark Montalban e Victor Montalban; e seis netos.

O seu velório e enterro serão privados à família.

Grande ator, vai deixar muitas saudades.

'VINGADORES: GUERRA INFINITA' TERÁ CENA ÉPICA COM MAIS DE 40 HERÓIS

<>
Longa também ganhou teaser destinado ao mercado japonês
<>

Durante uma entrevista realizada na Ace Comic-Con, o ator Anthony Mackie, que interpreta o Falcão no Universo Cinematográfico da Marvel, revelou que 'Vingadores: Guerra Infinita' tem uma cena com mais de 40 heróis.

“Houve um dia em que estávamos no set e estávamos fazendo essa cena que está no trailer onde todos estamos correndo para a batalha, você sabe, todos nós estamos no set e tínhamos quarenta super-heróis” - disse o ator.

A Marvel deu o pontapé inicial para a promoção global de 'Vingadores: Guerra Infinita' com o seu primeiro teaser internacional, destinado ao mercado japonês.

A prévia é editada de forma bem diferente da americana, mostrando os heróis se reunindo antes de introduzir o vilão Thanos (Josh Brolin) e sua temida Manopla do Infinito.

Assista:


'Vingadores: Guerra Infinita' estreará em 28 de abril de 2018 no Brasil.

'Vingadores 4' tem estreia prevista para 2 de maio de 2019.

VIÚVA NEGRA GANHARÁ FILME SOLO

<>
Jac Schaeffer será responsável por escrever o longa
<>

O desejo de muitos fãs da Marvel finalmente vai se tornar realidade.

Uma das heroínas mais queridas da editora, a Viúva Negra, interpretada por Scarlett Johansson nas telonas, ganhará filme solo em breve.

Segundo a Variety, a roteirista Jac Schaeffer já foi contratada para escrever a história.

A publicação afirma que Schaeffer foi escolhida por Kevin Feige depois de um longo processo de seleção e de um estudo baseado no tom que o estúdio planeja abordar.

Por enquanto, a produção está em estágio inicial e não tem data de estreia definida.

Ainda assim, a notícia já deixou os fãs da vingadora - eu inclusive - bastante animados.

DGA AWARDS 2018: 'CORRA!' E 'LADY BIRD' SÃO INDICADOS AO PRÊMIO DO SINDICATO DOS DIRETORES

<>
Foram anunciados os indicados para o Directors Guild Awards 2018 - DGA -, prêmio do Sindicato dos Diretores de Hollywood, que nesse ano completa 70 anos
<>

Os diretores Jordan Peele (por Corra!), Guillermo Del Toro (por A Forma Da Água) e Greta Gerwig (por Lady Bird) aparecem na lista.

Gerwig é a oitava mulher a receber uma indicação ao prêmio que é considerado um termômetro do Oscar da categoria.

Cerca de 80% dos indicados passaram a ser nomeados para um Oscar nos últimos anos.

CONFIRA OS INDICADOS AO DGA AWARDS 2O18:

MELHOR DIREÇÃO
Guillermo Del Toro - A Forma Da Água
Greta Gerwig - Lady Bird - É Hora De Voar
Martin Mcdonagh - Três Anúncios Para Um Crime
Christopher Nolan - Dunkirk
Jordan Peele - Corra!

MELHOR DIREÇÃO DE ESTREANTE
Geremy Jasper - Patti Cake$
William Oldroyd - Lady Macbeth
Jordan Peele - Corra!
Taylor Sheridan - Terra Selvagem
Aaron Sorkin - A Grande Jogada

Os vencedores serão anunciados em 3 de fevereiro, em cerimônia no Beverly Hilton Hotel, em Los Angeles..

sábado, 13 de janeiro de 2018

'ARROW': COLTON HAYNES MOSTRA IMAGEM DO SEU RETORNO À SÉRIE

<>
Marcando seu retorno à sexta temporada de 'Arrow', Colton Haynes publicou imagem de seu primeiro dia no set como Roy Harper
<>

Ele aparece ao lado do elenco regular da série.

Confira:
Instagram do ator

Em dezembro de 2017, foi anunciado oficialmente que Haynes voltaria a dar vida a Roy Harper em 'Arrow'.

O ator se despediu do papel recorrente no final da terceira temporada e retornará para um curto arco no próximo ano, começando no 15º episódio da sexta temporada, depois de fazer sucesso na última temporada de 'American Horror Story' - 'Coven'.

Os produtores executivos Marc Guggenheim e Wendy Mericle fizeram uma declaração conjunta, revelando o motivo do retorno de Roy à série.

"Estamos entusiasmados em anunciar que Colton Haynes estará retomando seu papel como Roy Harper em Arrow este ano. Roy é chamado de volta à Star City para ajudar a resolver um assunto urgente. Sua breve visita se torna algo surpreendente após se reunir com Thea e provocar uma mudança que terá consequências duradoura".

O próximo episódio de 'Arrow',  intitulado "Divided", vai ao ar em 18 de janeiro nos Estados Unidos.

No Brasil, o canal pago Warner Channel se encarrega da transmissão - duas semanas depois.

'GAME OF THRONES': CHEFE DA HBO EXPLICA DEMORA PARA LANÇAR A ÚLTIMA TEMPORADA

<>
Após a recente confirmação da HBO de que o 'ame of Thrones' não retornará para a temporada final até 2019, o chefe de programação da rede, Casey Bloys, explicou o motivo da espera
<>

De acordo com a EW, Bloys afirmou que David Benioff e Dan Weiss, roteiristas da série, queriam o tempo suficiente para criar os seis episódios mais fortes possíveis.

"Aqui está o que eu vou dizer: eles tomam o tempo que precisam para fazer o final no seu mais alto nível de qualidade. À medida que a série continuou, tornou-se maior as grandes cenas de batalha, grandes efeitos especiais", disse ele.

"Essas coisas levam tempo. Aqui é a única coisa que posso lhe garantir é que Dan e Dave não estavam sentados em uma praia esperando para voltar ao trabalho. Eles são perfeccionistas e isso é o mais rápido que pode voltar em um nível de qualidade com o qual eles estão à vontade", afirmou Bloys.

Ele ainda falou um pouco sobre os spin-offs da série que devem ser lançados somente em 2020.

"Eles estão se acontecendo. Nós temos alguns escritores realmente talentosos trabalhando neles. A única coisa que eu lhe direi, sobre o qual falamos antes, qualquer tipo de piloto da série não haverá nada nosso no ar, pelo menos um ano após o final de Game of Thrones. Não estamos usando a temporada final para lançar um novo show ou algo assim. Haverá uma separação entre os dois", finalizou.

'THE HANDMAID'S TALE': PREMIADA SÉRIE FINALMENTE VAI ESTREAR NO BRASIL E GANHA TRAILER DA SEGUNDA TEMPORADA

<>
‘The Handmaid’s Tale‘ finalmente será lançada no Brasil, quase um ano após sua exibição nos EUA
<>

A série será exibida no Brasil pelo Paramount Channel, que agendou a estreia para o mês de março – ainda sem dia definido.

‘The Handmaid’s Tale‘ levou dois Globos de Ouro e foi a grande vencedora do Emmy 2017 nas categorias melhor série, melhor atriz (Elisabeth Moss), melhor atriz coadjuvante (Ann Dowd), melhor direção e melhor roteiro – nas categorias de drama.

A série é baseada na obra de Margot Atwood (‘O Conta da Aia‘).

A história já foi retratada em 1990 no filme ‘A Decadência de Uma Espécie‘, de Volker Schlöndorff (‘O Guardião da Floresta‘).

Samira Wiley (‘Orange is the New Black‘) e Elizabeth Moss (‘Mad Men‘) protagonizam a distopia futurista, que mostrará mulheres como propriedade do governo.

Isso acontece por causa dos baixos níveis de fertilidade dos seres humanos - na história, as mulheres férteis serão “treinadas” para a vida de escravas sexuais, dedicada apenas a reprodução humana.

Alexis Bledel, a Rory de ‘Gilmore Girls‘, vive Ofglen, amiga da protagonista Offred.

O elenco ainda tem Ann Dowd, Yvonne Strahovsky e Joseph Fiennes.

Enquanto aguardamos para conferir a série por aqui, a 2ª temporada ganhou trailer, mostrando os novos cenários e dilemas.

Veja:

'GOTHAM': NOVAS IMAGENS DA SÉRIE MOSTRAM MAIS DE JEROME

<>
'Gotham' está se preparando para fazer seu retorno após o hiato de fim de ano
<>

E para deixar os fãs mais ansiosos, o produtor Danny Cannon revelou novas imagens de Jerome, via Instagram.

As imagens complementam o vídeo promocional, que mostrava Jerome apanhando do Pinguim, mas mesmo todo ensanguentado, o vilão continua com um sorriso estampado em seu rosto...

Reveja:


A segunda imagem mostra Jerome conversando novamente com o Pinguim, porém de uma forma mais “civilizada” - será que isso significa que os dois estão planejando uma fuga?

Veja:


'Gotham' retorna do seu hiato em breve, também no brasileiro Warner Channel.

'LEGENDS OF TOMORROW':PRESIDENTE DO CW DIZ QUE KID FLASH PODE APARECER NA SÉRIE

<>
'Legends of Tomorrow' perdeu alguns integrantes importantes nos últimos episódios - e outros podem estar chegando
<>

Após a morte de Martin Stein no crossover do Arrowverso, Jax Jackson decidiu deixar a equipe por um tempo.

Agora que as duas partes do Nuclear fora da equipe, sobraram algumas vagas que podem ser preenchidas.

Pelo que foi dito anteriormente por Marc Guggenhein, o produtor da série, teríamos um herói já estabelecido no Arrowverso integrando a equipe, o que fez com que muitos fãs começassem a criar teorias sobre quem iria para as Lendas.

Muitas teorias apontavam para o Kid Flash, uma vez que ele está fora do Time Flash desde que Barry Allen retornou da Força de Aceleração.

E parece que pode ser isso mesmo.

Mark Pedowitz, presidente do canal The CW, conversou com a Black Girl Nerds, confirmando que novos personagens irão para a série, sugerindo que Wally West pode ser um deles:

“Conforme perdemos grandes personagens nessa temporada, você vai ver novos [personagens] surgindo”  - explicou o presidente.

“Pode ser que você veja o Wally West (Keiynan Lonsdale) aparecendo em Legends".

Foto: The CW

'KRYPTON': DIVULGADO O PRIMEIRO TRAILER DA SÉRIE

<>
O canal SyFy divulgou o primeiro trailer da série que mostrará o planeta natal de Superman e a origem de sua família
<>

Narrado por Cameron Cuffe, que vive Seg-El na trama, o vídeo mostra algumas imagens do planeta antes de sua destruição e adianta um confronto que acontecerá entre os membros da família do herói.

Assista:


No painel do Syfy na TCA 2018 (via Slash Film), a equipe da produção de 'Krypton' comentou sobre o que está por vir.

O presidente da DC, Geoff Johns, revelou que a série vai apresentar sua própria versão do Apocalypse e o criador David S. Goyer completou, mencionando a Zona Fantasma e as possibilidades que ela trará para a história.

"O Apocalypse surgiu em Krypton muito antes de chegar à Terra. A Zona Fantasma entra nessa história, então vamos poder trabalhar com outras linhas temporais e lugares diferentes eventualmente. Não se passará apenas em Krypton".

Johns conta que também já podemos esperar uma aparição de Ômega Men e ainda reitera que muitos personagens vão ter a chance de aparecer.

Goyer finalizou, dizendo que podemos esperar uma linha temporal não-linear e até uma possível mudança na história original do que acontece com Krypton.

"Já que podemos falar que viagens no tempo vão ser abordadas, isso quer dizer que a história pode ser mudada. O que vai acontecer nessa série pode ser bem diferente da história original que a maioria das pessoas conhecem e vai afetar o que está acontecendo hoje, porque tem o elemento da viagem no tempo e com isso temos uma enorme liberdade. Não se sabe muito da sociedade kryptoniana nos quadrinhos".

A série mostrará o planeta Krypton, cerca de 200 anos antes de sua destruição e do nascimento do Superman.

Cameron Cuffe viverá Seg-El, o pai de Jor-El e avô de Kal-El, nosso Superman.

Outros elementos da mitologia do personagem, como a kryptonita, o General Zod e o Apocalipse também estarão presentes.

Além de Cuffe, o elenco ainda contará com Rasmus Hardiker no papel de Kem e Georgina Campbell, que viverá a guerreira das forças armadas de Krypton Lyta Zod.

Ian McElhinney, Elliot Cowan, Ann Ogbomo, Wallis Day e Aaron Pierre completam a lista.

A série está marcada para estrear em 21 de março no SyFy dos EUA - o canal brasileiro promete exibir a série por aqui.

SÉRIES ORIGINAIS NETFLIX: CONFIRA 17 DELAS QUE RETORNAM EM 2018

<>
Esse ano promete ser um grandioso ano para as séries originais da Netflix
<>

Encerrando alguns hiatos que atravessaram o ano, os fãs apaixonados pelas densas e envolventes maratonas podem descansar, pois muita coisa boa retorna ao longo deste ano promissor, com a volta das produções da Marvel, ‘Demolidor‘, ‘Jessica Jones‘ e ‘Luke Cage‘.

Além disso, vamos retomar a série sci-fi ‘The OA‘ e nos despedir da comédia de Judd Apatow, ‘Love‘.

Com tanta coisa boa voltando à grade de programação, fica difícil lembrar de tudo.

Pensando nisso, confira nossa lista e confira o que vem por aí.

‘Lovesick‘

Retorno: 01 de janeiro

A produção britânica perdeu espaço na emissora Channel 4, mas foi resgatada pela Netflix e aqui encontrou um público muito maior, absorvendo diversos países. Na trama, um homem diagnosticado com uma DST se vê forçado a procurar todos os seus parceiros no passado para fazer a coisa certa. A trama equilibra a comédia com o drama, sempre trazendo os assuntos que norteiam diagnósticos dessa natureza.

‘Demolidor‘

Ainda sem data de estreia

A primeira série solo do universo Marvel da Netflix, ‘Demolidor‘ também é a mais querida.

Com uma produção de primeira que já se anuncia grandiosa em sua abertura, ela é o elo mais forte do grupo de heróis que formam ‘Os Defensores‘.

Com Matt Murdock como o líder nato do grupo, ele cresce vertiginosamente em seu próprio programa, com coadjuvantes bem construídos que completam a trama, além de vilões surpreendentes.

‘Orange is The New Black‘

Ainda sem data de estreia

Ela é comédia, é drama, é uma dramédia.

‘Orange is The New Black‘ trata sobre assuntos pontuais como a sexualidade e racismo, a partir de uma história real que inspirou uma série de novos acontecimentos que deram vida própria à produção.

‘House of Cards‘

Ainda sem data de estreia

‘House of Cards‘ passou por maus bocados com as revelações repentinas de assédio sexual e pedofilia contra Kevin Spacey.

A perda de seu protagonista mudou completamente os rumos da série, que não tinha uma data de despedida agendada.

Com Robin Wright assumindo a frente da presidência dos Estados Unidos, a aclamada produção se vê forçada a dar adeus antes de hora.

Mas a Netflix não brinca em serviço e já promete um spin-off sobre o fiel escudeiro de Frank, Doug Stamper.

‘Luke Cage‘

Ainda sem data de estreia

A série do justiceiro de Harlem retorna com alguns de seus personagens da temporada anterior, como Mariah Dillard, Shades, Misty Knight e Claire Temple.

Além disso, pode esperar Danny Rand se chamando de Punho de Ferro pelo menos em um dos episódios.

Brincadeiras a parte, a produção é um sopro de diversidade racial e traz uma trilha sonora que mescla jazz, blues e R n’ B com muito bom gosto.

‘Jessica Jones‘

Retorno: 8 de março

Seria o fim de Kill Grave?

O final da primeira temporada parecia ter encerrado o ciclo de manipulação do carismático psicopata, mas ele promete retornar no segundo ciclo.

Independente disso, ‘Jessica Jones’ já se imortalizou como uma série que une o amor pelos quadrinhos com o emponderamento feminino de uma mulher que quanto menos quer ser heroína, mais vidas salva.

‘13 Reasons Why‘

Ainda sem data de estreia

A primeira temporada tocou na profunda ferida que o bullying pode gerar em suas vítimas e – por que não – em seus agressores.

Crua e dilacerada, ele trouxe cenas fortes de agressão verbal e corporal, mostrando o assédio e abuso sexual sem suavizar nada.

Mostrando o suicídio de maneira brutal, ela conquistou uma segunda temporada a partir do impacto sociocultural que gerou.

Mas o que aconteceu com a família de Hannah? O abuso de Jessica será punido?

Alex sobrevive à tentativa de suicídio?

Essas perguntas serão respondidas em 2018.

‘Arrested Development‘

Ainda sem data de estreia

A série narrada pelo cineasta Ron Howard permanece como sendo aquela produção indie que extrai risadas das circunstâncias mais inconvenientes.

Com um humor incomum, ela finalmente vai ganhar uma nova temporada pela Netflix, que já havia trazido ela de volta em 2013. Cinco anos depois, Jason Bateman e Michael Cera retornam com a família mais estranha que você respeita.

‘Desventuras em Série‘

Estreia dia 30 de Março

Conde Olaf não desistiu de realizar tramoias contra as crianças Baudelaire, que seguem firmes e fortes, com uma esperança surpreendente em descobrir o que aconteceu com seus pais.

Este mistério deve ganhar novas peças-chaves, que futuramente os levarão a tão aguardada descoberta.

‘The OA‘

Ainda sem data de estreia

‘The OA‘ arrebatou as audiências ao redor do mundo como aquela surpresa da Netflix.

A união entre o gênero sci-fi e o drama nos trouxe uma produção bem construída, que promete crescer ainda mais em 2018.

Pouco se sabe sobre o novo ciclo, mas o primeiro episódio já tem nome e se chama ‘Angel of Death’ - o que isso significa?

‘Love‘

Ainda sem data de estreia

A série original de Judd Apatow uniu as duas pessoas mais desconexas em um romance problemático, mas promissor.

Infelizmente, a Netflix deu seu último sinal verde para ‘Love’, mas o pai da produção promete um final de série apaixonante, que deve mostrar que o amor existe até nas circunstâncias mais inesperadas.

‘Disjointed‘

Retorno: 12 de janeiro

Cuidar de um negócio que trabalha com a distribuição de maconha não é nada fácil, mas nada que o bom humor não ajude.

E com a liderança de Kathy Bates, o que poderia dar errado?

Aguarde a segunda temporada, que está quase batendo à porta!

‘One Day At a Time‘

Retorno: 26 de janeiro

‘One Day At A Time’ tem aquela atmosfera moderna, com um conceito familiar diferente que séries como ‘Who’s the Boss?’, ‘Growing Pains’, ‘Diff’rent Strokes’ e ‘Três É Demais’ trouxeram para a televisão.

Com uma família de origem cubana e uma adolescente que está na fase da descoberta sexual, o convencionalismo abre espaço para uma mãe solteira capaz de fazer tudo por seus filhos.

‘Ozark‘

Ainda sem data de estreia

Aclamada pela crítica especializada, a família que lava dinheiro em uma pequena cidade do interior continua driblando o FBI.

Onde isso vai parar?

Aguarde os próximos 10 episódios.

‘The Crown‘

Ainda sem data de estreia

A veracidade nos relatos da família real britânica é um dos aspectos mais fascinantes de ‘The Crown’, uma das séries mais elogiadas pela crítica especializada.

A premiada produção deve retornar no segundo semestre de 2018, trazendo um novo elenco e uma nova rainha Elizabeth.

Claire Foy entrega a coroa para Olivia Colman, que passa a interpretar a chefe de Estado britânica na década de 70.

‘GLOW‘

Ainda sem data de estreia

‘GLOW‘ é mais uma surpresa gostosa da Netflix, que traz um grupo de mulheres marcadas por estereótipos quebrando paradigmas, encarando a luta livre de forma cômica, com um toque de espetáculo.

As coisas prometem ficar ainda mais movimentadas na nova temporada.

‘Grace and Frankie‘

Retorno: 19 de janeiro

Abandonadas pelos maridos, essa dupla encontra em si a amizade que talvez nenhuma outra circunstância uniria.

E para se manterem ávidas, o relacionamento extrapolou para o âmbito profissional e elas pretendem arrasar no mundo dos negócios com muito sarcasmo e peculiaridades.